Jovens Pelo Naturismo Calendário e actividades da JPN e de outros clubes Informações sobre Naturismo Textos, crónicas, opiniões Participa no nosso fórum Links relacionados com Naturismo Contactos da JPN

Fim-de-semana na Terramada - 6,7 e 8 de Abril de 2007 

6 de Abril

Apesar de 2 dos participantes terem chegado no dia anterior a maioria chegou por volta da hora de almoço.

Fomos muito bem recebidos pela Genevieve que nos indicou vários locais onde podíamos montar as tendas.
Não sendo um parque de campismo a Terramada dispõe de alguns terraços para tendas.

Ficámos também a conhecer os espaços comunitários da Terramada, que podem ser utilizados por todos os visitantes: cozinha com fogão a gás, sala de refeições e convívio, lava-loiças, duches e casas de banho secas.





Depois de todas as tendas montadas...

... foi altura de conhecer melhor a Terramada e a Permacultura.

Nelson, um dos residentes, levou-nos por uma visita guiada aos diversos espaços da quinta ao mesmo tempo que descobríamos o que é a Permacultura.

Eis alguns dos espaços da Terramada:

-Pomares

-Horta

-Zona sem intervenção

-Zona de lazer

-Viveiros
-Casa dos proprietários
-Oficina
-Casas de banho secas

A água da Barragem do Beliche, à beira da quinta, é utilizada para consumo humano no Algarve.
É por isso muito importante não haver qualquer possibilidade de contaminar a água. Nas casas de banho secas os resíduos são recolhidos num bidão perfurado onde se vai misturando algum papel e restos secos de vegetação. Ao fim de alguns meses o resultado é um composto orgânico utilizado para adubar árvores.
Por incrível que pareça (a quem não experimentou) o conforto destas casas de banho é bastante aceitável e o cheiro não faz lembrar alguns horríveis WCs públicos mas sim um galinheiro ou coelheira.

Na Terramada toda a água utilizada para regar, cozinhar, tomar banho ou beber é da chuva e da barragem.
Um sistema de canalizações e bombas permite levar a água onde é precisa havendo até alguns locais para tendas com água canalizada.

A electricidade é gerada por painéis solares e um aerogerador sendo armazenada em baterias e depois convertida para a tensão normal. É o suficiente para iluminação, pequenos electrodomésticos e até um computador.

Conhecemos também o Guy, que com a Genevieve formam o casal de proprietários e que residem em permanência na Terramada à mais de 13 anos.

Passámos também a ser amigos de uma residente da Terramada muito especial, a "Prisca"

Na Terramada cada visitante é livre de andar por onde quiser, colher os frutos maduros que houver na altura nas árvores, utilizar os espaços comunitários e desfrutar da quinta da melhor forma que entender, seja apenas relaxando seja ajudando nas tarefas da quinta.

Terminada a visita foi altura de fazer o jantar. Uns por si, outros em conjunto utilizando os espaços comunitários, lá se foram confeccionando os jantares, de acordo com o regime alimentar de cada um.

Depois de jantar houve ainda tempo para conversarmos com o Nelson e aprendermos uns com os outros.

7 de Abril

Sábado acordámos com previsão de chuva mas o sol aparecia aos poucos.

Apesar de pouco o sol era suficiente para cozinhar uma refeição no forno solar, foi o que fez o Nelson.

Um pouco antes de almoço o tempo abriu mais um pouco e decidimos dar um mergulho na Barragem do Beliche.





Alguns dos residentes na Terramada juntaram-se a nós pois eles são naturalmente naturistas. Quem também gostou foi a cadela "Prisca" que andou à boleia do Nelson numa prancha.

Chegou então a hora do almoço em conjunto, que desta vez juntou à mesa vegetarianos e não vegetarianos.
Enquanto a cebolada de nacos de soja e as salsichas vegetarianas na chapa não estavam prontas...

... alguns entretinham-se num jogo de matrecos

Depois de almoço estava prevista no programa uma visita à Barragem do Beliche.
O tempo fechou e ameaçava chuva por isso acabámos por ir de automóvel em vez de ir a pé.

O automóvel acabou por ser uma boa escolha pois durante a visita à Barragem começou a chover bastante.

A chuva continuou durante algum tempo...



... e recolhemos ao espaço comunitário para um pequeno lanche e chá.

O tempo melhorou...

...e ainda tivemos oportunidade para um pequeno passeio de barco e caiaque na Barragem.



Ao jantar tivemos a companhia do Nelson e pudemos provar e apreciar a refeição cozinhada no forno solar. Alem de ser saudável e ecológica a comida fica bastante saborosa!

8 de Abril

Depois de uma noite fria e húmida o dia acordou com bom tempo.

Desmontámos então as tendas e começámos a fazer as malas, tínhamos acordado terminar a nossa visita depois de almoço.

Como o tempo estava bom apostámos novamente num mergulho na Barragem.



E num passeio de barco e caiaque.



O almoço marcou o fim da visita para a maioria dos participantes.
Arrumámos as nossas coisas, limpámos o que sujámos, separámos e levámos o lixo.

Despedi-mo-nos dos residentes agradecendo toda a simpatia e disponibilidade para nos receber.

Foi um fim-de-semana diferente, ecológico e sem dúvida naturista!

eXTReMe Tracker