Jovens Pelo Naturismo Calendário e actividades da JPN e de outros clubes Informações sobre Naturismo Textos, crónicas, opiniões Participa no nosso fórum Links relacionados com Naturismo Contactos da JPN

Uma nova consciência 

Na Tribuna Federativa do último boletim, o nosso companheiro Laurindo Correia aborda um tema que é incontornável, para a nossa civilização em geral e para o naturismo em particular: a importância da defesa e preservação da Natureza e do desenvolvimento sustentável. 

Cada vez mais estamos a dar-nos conta dos efeitos perversos de um desenvolvimento sem regras, feito de agressões permanentes ao equilíbrio natural do planeta, dominado pelo valor do dinheiro e da acumulação material. Este tipo de desenvolvimento não é sustentável e produz estragos com consequências negativas: as alterações climáticas, o buraco na camada do Ozono, a destruição dos espaços naturais. 

É por isso vital que ocorram mudanças. E essas mudanças começam em cada um de nós, nos pequenos gestos do dia-a-dia: na poupança de energia e da água, na separação e reciclagem dos lixos, na sensibilização dos que nos rodeiam. Mas também passam pela escola, na existência de uma educação ambiental que promova a consciência ecológica desde cedo. 

Como naturistas que somos valorizamos a Natureza e a relação que temos com ela, valorizamos tudo aquilo que ela nos dá, interessamo-nos por isso com a sua preservação. Ao estarmos bem connosco próprios a nossa capacidade para valorizar as “bênçãos” que recebemos da Natureza aumenta. 

Acredito que o naturismo pode contribuir para o surgimento de uma nova consciência capaz de inverter o caminho de destruição da Natureza que a nossa civilização segue. É urgente que haja alterações no modo como “exploramos” o planeta. Sem essas alterações as gerações vindouras terão um planeta empobrecido, sem alma, viverão com dificuldades enormes e não poderão apreciar a beleza da Natureza que ainda hoje podemos contemplar. 

Gostava de chegar aos 90 anos e passear nu com os meus netos numa praia sem receio dos eventuais efeitos nefastos das radiações solares, mergulhar nas águas do mar sem receio da eventual poluição marítima, apreciar a beleza da paisagem livre de eventuais lixeiras a céu aberto. 

Sem Natureza não existe naturismo e por isso nós naturistas devemos abraçar a causa da defesa e preservação da Natureza. Devemos adoptar comportamentos amigos do ambiente e sensibilizar no trabalho, na escola, na família, os outros para a importância de cada um de nós dar seu contributo para a melhoria do ambiente em que vivemos. 

 

Pedro Cardoso 

Publicado no Boletim O Natural do CNC nº26 

eXTReMe Tracker